Veja detalhes sobre a Ópera-Bufa, o lado cômico da sociedade em Nápole

Texto Roberto Sarmento Lima | Adaptação Isadora Couto | Foto Reprodução/ Wikipedia

Do italiano “opera buffa”. É uma obra musical que, em vez de apelar para a dramaticidade do seu enredo e ações de personagens, prefere contemplar o lado cômico. Também é chamada de “dramma comico”, “divertimento giocoso”, “commedia per musica”, “commedia lirica”. Essa versão de ópera nasceu em Nápoles, na Península Itálica, no século XVIII,  e espalhou-se para Roma e o norte da península.  As personagens cômicas já estavam presentes na Commedia del’Arte, desde o século XVI, mas elas eram ainda personagens-tipo personagens estereotipadas, parecendo não ter carne, sangue nem temperamento, sendo, antes, compreendidas como caricaturas de determinadas classes ou frações sociais (incluem-se, nessa lista, o avarento, o trapaceiro, o falador, todos com  evidente matiz de caráter capaz de provocar o riso ou o desprezo do público).  Só no século XVIII, com a criação da ópera-bufa, é que esse gênero adquire autonomia e começa a ganhar relevo estético.

 

Revista Literatura | Ed. 66

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *